Sobre Natal e Consumismo Exarcebado

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013



Basta chegar dezembro e os shoppings lotam, são confraternizações com grupos de pessoas que passaram o ano inteiro sem falar com você. É o tal do Papai Noel que tem que dar presentes a todos. As casas mudam, são árvores, pisca- piscas , toda uma decoração para essa época do ano e eu pergunto pra quê?
Por que as pessoas correm pras compras essa época do ano? Compram presentes para todos, inclusive para as pessoas que nem se importam com ela ?
Tudo bem que eu entendo que Natal é uma festa para reunir amigos e família. Não sou contra a festa em si, mas essa forma de agir compulsivamente. As pessoas já estão no automático, dezembro, mudo decoração, comprar presentes roupas novas.
Será que você precisa mesmo daquela roupa nova, tendo vestidos com etiqueta ainda no armário?
Eu particularmente não mudo a decoração daqui de casa, por bons motivos:
1. Eu não entendo o porquê de colocar uma árvore no meio da sala.
2. Nunca acreditei em Papai Noel e fui uma criança muito feliz.
3. Dá muito trabalho, junta poeira e me dá agonia as luzes piscando.

Como disse anteriormente, esse post definitivamente é contra o Natal, mas contra o consumismo. Afinal somos bombardeados todos os dias com campanhas que nos induzem a comprar mais e mais e mais.
Veja quem realmente você quer presentear, não faça por obrigação.
Veja se pode dar uma coisa que você mesmo tenha feito, afinal presentes feitos por você significam muito mais do que algo comprado.
E por favor não encorajem as crianças nesse consumismo louco, já basta os adultos que agem insanamente sobre isso.

Vocês tem mais ideias de evitar ou contornar o consumismo em dezembro? Acha que estou errada? Concorda comigo?
Deixe seu comentário.

Beijocas e até o próximo post.


Resenha: Máscara de Tratamento Natura Linha SOU

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Oi Divas,
estou testando a linha SOU da Natura, há uns dois meses mais ou menos. Primeiro adorei a proposta de quanto menos plástico melhor, apesar da embalagem ser de um plástico mais fininho, ela é reciclável. E ainda os preços dessa linha são mais baixos, exatamente por usarem menos plástico na embalagem.
Vamos ao que interessa:
Esse produto como vocês estão vendo vem 200ml de produto, o legal dessa embalagem e que dá pra usar o produto realmente até o final, sem desperdício.

O que a marca promete:
Tratamento intensivo que atua dentro e fora dos fios para restaurar, hidratar, proteger o cabelo contra os danos causados pela chapinha, secadores e outros processos químicos, recuperando sua força e brilho.

O que Blyza diz:
Eu realmente adorei essa máscara, primeiro porque ela é consistente como mostra a foto, segundo porque o tempo de ação dela é 3 minutos e realmente funciona. Cumpre o que promete, apesar dos meus cabelos não serem danificados, então achei até que ela fosse pesar, mas pelo contrário ela hidrata muito bem os fios e os deixa soltos. O cheiro é ótimo, como o de todos os produtos da Natura. Estou amando essa máscara , principalmente porque você não perde meia hora com creme nos fios. Super recomendo.


E vocês divas? Já testaram? Querem testar ? Já usaram algum outro produto da linha? Deixem seus comentários.

Beijocas e até o próximo post.

Mudanças Capilares

sábado, 7 de dezembro de 2013

Oi Divas,
estava muito quieta em relação ao meu cabelo, já fazia uns três anos que não pintava e semana passada resolvi voltar para o ruivo. Já tive quase todas as cores de cabelo e realmente gosto muito de estar ruiva.
Então a cor escolhida foi Amora da Koleston, número 5546.

Então divas, meu cabelo é algo entre o castanho claro dourado e o loiro cinza escuro (um dia descubro a cor dele) , logo não precisei descolorir, pegou de primeira o vermelho e ficou lindo. Agora que está abrindo mais. Estou apaixonada pela cor é simplesmente linda.
                                                                       O antes



                                                                           Depois

Como as fotos foram tiradas em ambiente fechado, a cor do cabelo fica bem escura, mas em ambientes externos fica bem intensa, daqui a umas duas semanas mostro como está e se desbotou muito.

O que vocês acharam da minha mudança? Gostaram, preferem como antes? Tem alguma dúvida no cuidado com cabelos tingidos e vermelhos? Deixe seu comentário.

Beijocas Divas, até o próximo post.

Entrevista: Amanda Oliveira - Quase 30

sábado, 16 de novembro de 2013

Meu Blog: Retrôckabillyzando

Olá de novo meus brotos!

    Trago hoje o início de um projeto muito bacana. Uma série de entrevistas com pessoas que vivem num estilo mais “antigo”. O intuito do projeto é mostrar a vocês sobre como é o dia-a-dia dessas pessoas que escolheram "parar no tempo", quais são os pontos bonspontos ruins, qual é o olhar das pessoas em relação a tudo isso.
    E hoje apresento você a minha amiga Amanda Oliveira. Ela é uma pessoa bacana, carismática uma verdadeira fofa...



    Confira então como é o ponto de vista da nossa diva.

Retrôckabillyzando: Como você conheceu o estilo? Adquiriu faz muito tempo?

Amanda: Não basta passar um batom vermelho, um bom delineador, colocar um salto alto e um vestido lindo. Para se considerar uma pin up e ser reconhecida como tal é necessário mais do que isso. Comigo aconteceu da forma mais natural possível. Eu costumo brincar que já nasci assim e depois de longos anos comecei a ser reconhecida na rua.    
Não sei se foi o batom vermelho ou o rímel, talvez os vestidos, ou até mesmo meu jeito... Provavelmente foi o conjunto. Algo começou a chamar a atenção de algumas pessoas, e estas por sua vez, vieram me questionar sobre meu estilo. E isto não faz muito tempo, acredito que uns três anos, ou seja, com 25 anos.
Sempre me julguei clássica, mas nunca pin up, até por que, somente após estas abordagens e algumas deliciosas pesquisas, comecei a compreender todos os elogios e comparações; e percebi que antes de conhecer todo esse universo eu já fazia parte dele. E não digo somente pelo meu estilo, mas também pelo meu jeito, meus valores e preferências.  
Atualmente carrego comigo, estampada em minha pele, uma pin up belíssima feita pelo tatuador Argentino Santiago Lopez e desenho do maravilhoso artista Gil Elvgren. Mais uma está por vir. O desenho já foi escolhido e esse trabalho entreguei nas mãos do amigo e talentosíssimo Roberto Ferraraccio, conhecido por Saddam.
Mas quem me conhece sabe que não ando arrumada 24h por dia. Um dos meus trabalhos não me permite um salto alto; sou fiscal de pátio, atualmente no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins/BH. O uniforme inclui camisa polo, calça larga e cheia de bolsos, sapato de segurança e um colete verde-limão.  Além de rádio e outros equipamentos necessários.

Retrôckabillyzando: O que seus amigos e parentes pensam sobre você e o estilo?

Amanda: Balizo aviões, sou gestora de eventos, tenho nove tatuagens, amo fotografia e sou interiorana. Não sou só a pin up. Sou sim uma mulher inteira, que trabalha, que corre e que vive. Diante de toda essa complexidade, minha família e meus amigos estão sempre ao meu lado. Opinam na escolha do look, me presenteiam com mimos que encontram por aí, se lembram e comentam quando veem qualquer coisa que tenha ligação com o meu universo. É impossível para eles não fazer esta conexão (Amanda/pin up), pois já faz parte da minha identidade, de quem sou como pessoa. Um certo dia, ao chegar em casa, meu afilhado Matheus só tem 14 anos e me pediu para fechar os olhos e abrir as mãos. Eu fiz o que ele me pediu, e, ao abrir os olhos, eu tinha em minhas mãos a primeira miniatura da Betty Boop. Com certeza um presente lindo e inesquecível, que eu guardo com todo o carinho! Segundo a mãe dele, que também é minha madrinha, Tânia, foi impossível detê-lo nesta compra. Contou-me que ao ver a miniatura exposta no mercado, ele não se preocupou em saber se tinha dinheiro, mas sim com o fato de que ele “precisava” me dar de presente, por que era a minha “cara”.

Retrôckabillyzando: Quais são suas inspirações?

Amanda: O universo pin up é demasiadamente amplo e abrange diversas estilos diferentes, como o cheesecake, Chola, Rockabilly, Burlesque, Modern, Modern Retro, entre tantos outros. Eu me identifico com o estilo mais clássico, normalmente chamado de Classic Hollywood. Nesta linha, eu me inspiro em grandes divas como Marilyn Monroe, Ava Gardner e Jane Russel. Grandes atrizes que, com a expansão do cinema americano, inspiraram mulheres do mundo todo. O estilo Classic Hollywood tem como características principais além da sensualidade, o charme e a elegância. Para dias normais e ensolarados, algo mais simples como um short de cintura alta com uma blusinha, sapatilha e uma make com o básico pra uma pin up já dá o tom do dia. Para noites de grande inspiração, cada detalhe faz uma imensa diferença. Costumo optar por unhas vermelhas e os cílios postiços se tornam obrigatórios, assim como um belo par de saltos alto. Já o vestido, esse, sim, é a cereja do bolo. Gosto dos modelos “revisitados”, modernos e inspirados na década de 50.

Retrôckabillyzando: Você já sofreu algum tipo de preconceito por conta de ser Pin Up?

Amanda: Preconceito? Não! De forma alguma. O que percebo é uma curiosidade gigantesca por parte de alguns, já que me movimento entre diversos grupos e nem todos fazem parte desse universo.

Retrôckabillyzando: Você já fez algum trabalho que envolvesse Pin Up’s, Rockabilly, Vintage e etc?

Amanda: Além do último ensaio com a maravilhosa fotógrafa e amiga Nany Boo, realizada numa chácara belíssima em Itapecirica da Serra-SP do grande amigo Arthur Maluf Barreto, em que nos inspiramos no estilo Classic Hollywood e brincamos com alguns elementos visuais correlacionados; trabalhei também na Segunda edição do Tattoo Art Festival, realizado em São Bernardo do Campo - SP, e vou trabalhar na sua Terceira Edição, dias 29 e 30/11 e 01/12/2013.
Um evento de grande importância para a área tema, com a presença de tatuadores de todo o Brasil e muitos internacionais, além de vários outros atrativos; é uma ótima opção de lazer para toda a família.
Para concluir, além de estar sempre aberta a novas possibilidades e convites profissionais, algumas horas dos meus dias são destinadas a um projeto muito especial para mim, completamente retrô e apaixonante. Algo que estou desenvolvendo com muito carinho e cuidando de todos os pontos para ter algo muito bom e que reflita minha vida, minha personalidade, meu gosto e esse universo. Espero anunciar o nascimento desse projeto tão esperado em pouco tempo, vocês aqui do Retrôckabillyzando saberão logo.

Confira agora um maravilhoso trabalho da Amanda e da Nanny Boo:

Ensaio - Quase 30


























































































Uma verdadeira fofa não é?

Pra conhecer um pouco mais da Amanda e um pouco mais sobre o Maravilhoso trabalho da Nany Boo deixarei o link delas aqui.


Bom espero que tenham gostado, beijos açucarados!
Blog contents © Divas Pin Up 2010. Blogger Theme by Nymphont.